Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/cresciea/public_html/wp-content/themes/Cresci_Agora/functions.php:16) in /home/cresciea/public_html/wp-includes/feed-rss2.php on line 8
Cresci e Agora http://crescieagora.com.br conteúdo pra meninas crescidas Wed, 28 Oct 2015 12:32:24 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=278 #EuNãoEsqueci http://crescieagora.com.br/comportamento/eunaoesqueci/ http://crescieagora.com.br/comportamento/eunaoesqueci/#comments Wed, 28 Oct 2015 00:29:02 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9165 Pensei em escrever no meu Facebook, mas ia virar textão e se perder na minha timeline. Então, decidi trazer para o meu blog, meu espaço. As últimas semanas deram força para uma discussão que sempre mexe muito comigo: violência contra a mulher. Eu, como mulher, já tive que lidar muitas vezes com o abuso, explícito […]

The post #EuNãoEsqueci appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Pensei em escrever no meu Facebook, mas ia virar textão e se perder na minha timeline. Então, decidi trazer para o meu blog, meu espaço.

As últimas semanas deram força para uma discussão que sempre mexe muito comigo: violência contra a mulher.

Eu, como mulher, já tive que lidar muitas vezes com o abuso, explícito ou não, de pessoas próximas ou não. E isso me move a defender um debate aberto e sem hipocrisia sobre o assunto, pedindo uma coisa simples para começar: sensibilidade.

Algumas coisas que vou contar nunca contei para ninguém. E ressalto o meu silêncio, ele existe/existiu porque quando falamos há quem tente nos calar, e para ser sincera, eu não estava preparada para isso.

Quase todos os meus relatos não são sobre psicopatas, ou loucos, são sobre pessoas normais.

O #meuprimeiroassédio eu não lembro, já que era muito nova para lembrar.
Sei que certa vez meu avô, único avô que conheci, correu atrás de mim pelado, querendo “brincar”. Eu não lembro, mas sei que fugi dele e contei aos meus pais assim que possível. Meus pais trabalhavam fora e eu estava sobre a guarda desse “responsável”.
Meus pais acreditaram em mim e me protegeram prontamente, mas não virou caso de polícia e nunca mais se falou sobre.
Uma das poucas coisas que lembro é que dormi por muito tempo de olhos abertos depois disso.

Apesar do assédio tão cedo, esse particularmente não me fere hoje, já que caiu no esquecimento da infância.
Porém, ainda lembro bem de quando, um pouco mais crescida, fui abusada por um primo mais velho.
Eu devia ter uns 7 anos mais ou menos, ele provavelmente uns 15.
Eu dormi na casa de uma tia querida. Sou de uma família grande, cheia de primos e primas, e dormimos em galera, em colchões no chão. Esse primo estava em outro quarto, mas durante a noite trocou de lugar e ficou atrás de mim.
Eu acordei com ele se masturbando ou algo assim, mexendo na minha bunda. Eu assustada, chorei baixo e disse que queria ir para casa, ele continuou. Fiquei com vergonha de acordar todo mundo. Nunca contei para os meus pais.
O curioso desse fato é que a cultura do estupro já estava em nós, tão crianças. Ele como estuprador. Eu como vítima calada que tem vergonha de se expor.

Mais ou menos na mesma época, minha madrinha de batismo era minha vizinha e eu costumava ir na casa dela com frequência.
De tempos em tempos, um primo de segundo-grau ia lá, ele era bem mais velho e costumava me tocar entre as pernas com a ponta dos dedos. Eu reclamava, até chorava, mesmo sem entender bem o que aquilo significava e o quão grave era. Ele ria e disso eu lembro bem.
Não tinha coragem de falar para ninguém, e acho que minha madrinha nunca entendeu o porquê parei de ir na casa dela.

Eu devia ter uns 14 anos em outro assédio.
Meus amigos tinham uma banda dessas de bairro e fui ver um showzinho, acompanhada de duas primas. Na volta, fiquei conversando com meus amigos um pouquinho mais e elas acabaram se distanciando, voltei praticamente todo caminho sozinha.
Um homem numa moto parou do meu lado, me ofereceu carona daquele jeito malicioso que conhecemos, eu fui grossa e clara dizendo não. Ok. Ele seguiu o caminho dele e eu segui sentido contrário.
Minutos depois, eu ouvi o barulho de uma moto de novo, apertei o passo, ouvi a moto parando, em segundos fui agarrada por trás e jogada no chão pelos cabelos, gritei com toda minha voz e pulmão loucamente enquanto o agressor me espancava, ele me largou por um segundo e eu sai correndo. Com toda confusão e medo nem consegui ver o rosto, não sei se era o mesmo homem de antes.
Eu cheguei em casa quase morrendo sem ar pela corrida e com o rosto ensanguentado e machucado. Levou anos até a cicatriz no meu nariz sumir.
Depois disso passei a ter medo de sair sozinha na rua, principalmente a noite.
Quando, tempos depois, precisava voltar da faculdade sozinha, eu chegava em casa quase chorando de pavor, com coração acelerado: medo de ser espancada, assaltada ou estuprada.

Mas o anoitecer não é o único medo de uma mulher.
Eu devia ter uns 17 anos no máximo quando fui, perto da hora do almoço, até o SENAI onde tinha estudado. Fui buscar meu diploma que estava pronto.
Trajeto de rotina, sai do extremo leste e fui até o Brás (centro), passei na escola, vi meus professores, eu estava feliz da vida.
Sai da escola, fui até o ponto de ônibus e peguei destino T. Parque D. Pedro II, assim podia pegar o ônibus voltando e ir sentada tranquilamente, já que era mais de 1 hora até em casa.
Cheguei lá no terminal, entrei no meu ônibus e sentei no banco de trás, um cara sentou do meu lado. Pouco depois ele puxou uma arma e colocou na minha barriga, disse que tinha acabado de sair da cadeia e que precisava de um celular, roubou o meu, mas não foi apenas isso, ele roubou parte da minha dignidade quando me obrigou a masturba-lo ali mesmo. Ninguém viu a arma, ninguém me viu chorando, ninguém viu nada. Eu podia ter gritado, esperneado, mas estava morrendo de medo de morrer.
Depois de mais de meia-hora de abuso dentro-do-ônibus-de-dia-voltando-da-escola, ele me mandou descer do ônibus, nessa hora criei coragem e disse NÃO, que ele tinha que ir embora ou eu ia gritar mesmo que ele me matasse. E ele aproveitou a porta aberta, o ônibus parado e desceu correndo. Senti que eu podia ter morrido.
Desde então, só sento pertinho do cobrador quando estou sozinha, e se não tiver lugar perto dele, eu fico em pé mesmo que o ônibus esteja vazio e a viagem seja longa. Tenho medo de pegar ônibus.

Ainda no transporte público, eu sempre precisei reagir às encoxadas (quase que rotina).
É um incomodo tão grande que fiquei morrendo de medo até quando um cara do trem me escreveu “uma carta de amor”. Era uma carta mesmo, ele me entregou no terminal do Brás, onde eu descia todo dia para ir para a ETE. A carta dizia que ele estava apaixonado e que me via desenhando (fazendo minha lição do curso de design), a carta em si não tinha nada de mais, mas fiquei assustada.
Ele claramente sabia da minha rotina, sabia qual vagão eu pegava, qual o horário, onde eu estudava.
Uma cartinha assim é um “elogio”, não? Não para mim que já sofreu tanto abuso.

Eu namorei e casei com um amigo de infância, ficamos juntos quase 10 anos. 2 anos atrás nos separamos. E obviamente tínhamos muitos amigos em comum.
Um destes amigos, que eu considerava como irmão, no pós-termino queria conversar comigo, me dar força e tal. Fui até outra cidade para encontrar com ele.
A parte estranha desta conversa é que enquanto eu estava fragilizada, ele queria andar abraçado comigo e até de mãos dadas. Eu achei que eu estava de paranóia, né? Fiquei mega desconfortável, mas não falei nada.
Depois disso, ele veio por inbox no Facebook fazer elogios, eu ri sem graça e encarei a situação numa boa para evitar mais dor de cabeça; mas depois disso tive certeza que não estava ficando louca e que de “irmão” ele não tinha nada.
Conclui que enquanto eu era “posse” do meu ex, ele era uma pessoa, depois virou outra. Ou seja, não o conheço mais e agora devo ter receio.

Todo esse texto para dizer que você não sabe quem são as pessoas. Todo homem é um potencial estuprador e toda mulher é uma potencial vitima. Por isso, comecei pedindo sensibilidade.

Para você, homem, que nunca sofreu o assédio ou a objetificação, a violência contra a mulher é um assunto de “feminazi”, de quem não tem louça-pra-lavar, de todas-as-violência-são-iguais. Mas nós sofremos caladas todos os dias! Nós temos medo de sair de casa! Temos medo de ter uma rotina e temos medo de sair de uma rotina! Não é vitimização, é por esforço repetitivo.

Então, não me ache maluca quando xingo um cara que me passa cantada na rua (e isso acontece todo dia).
Não me ache maluca quando eu faço barraco no metrô por (mais uma) encoxada.
Não me ache maluca quando quero debater sobre a violência contra a mulher.

Eu tenho apenas 26 anos e sofro assédio, SIM, diariamente. Já sofri assédio físico de estranhos e familiares e essa é só a ponta do iceberg.
Não me peça para esquecer isso, porque não dá.

The post #EuNãoEsqueci appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/comportamento/eunaoesqueci/feed/ 4
Ideias de casamento dourado para você se inspirar http://crescieagora.com.br/noiva-e-casamento/ideias-de-casamento-dourado-para-voce-se-inspirar/ http://crescieagora.com.br/noiva-e-casamento/ideias-de-casamento-dourado-para-voce-se-inspirar/#comments Mon, 09 Mar 2015 16:36:52 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9106 Não há nada mais realizador do que conseguir fazer o casamento do jeitinho que a gente sempre sonhou. Seu sonho de festa e cerimonia perfeitas pode incluir, por exemplo, a palheta de cores. O casamento dourado é favorito de muitas noivas; e dá para entender o porquê, a mistura certa com outras cores e tons […]

The post Ideias de casamento dourado para você se inspirar appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Não há nada mais realizador do que conseguir fazer o casamento do jeitinho que a gente sempre sonhou. Seu sonho de festa e cerimonia perfeitas pode incluir, por exemplo, a palheta de cores. O casamento dourado é favorito de muitas noivas; e dá para entender o porquê, a mistura certa com outras cores e tons é capaz de deixar qualquer casamento mais refinado.

Se você está procurando inspiração para fazer seu casamento dourado esse post é para você.

casamento-dourado

O importante ao usar o dourado é saber que o excesso faz mal! O dourado é uma cor que domina, então se usado na medida certa traz sofisticação e elegância, mas se abusar fica brega.
Use nos detalhes: fitas, tampas, talheres, etc. Isso cai bem e salta aos olhos.

Convite de casamento dourado

O primeiro item a se pensar é o convite.
Você pode usar o dourado no texto, em detalhes do convite (fita, desenhos, selos) e também no envelope.

convite de casamento dourado

Vestido de noiva e sapato

Se você for uma noiva ousada, pode incluir muito dourado no vestido, principalmente se o casamento for a noite.
Um vestido champanhe é uma ótima opção, porque apesar de não se exatamente dourado, é um tom próximo que vai combinar com delicadeza.

vestido de noiva dourado

Uma faixa na cintura ou um sapato dourado é suficiente também. O vestido off-white fica lindo com detalhes em dourado, mas não tem problema usar branco se você for mais tradicional.

sapato dourado de noiva

Unhas, cabelo e maquiagem de noiva

Aproveite o brilho do dourado para fazer unhas, cabelo e maquiagem.

unhas e maquiagem de casamento dourado

casamento-dourado-cabelo-01 casamento-dourado-cabelo-02 casamento-dourado-cabelo-03 casamento-dourado-cabelo-04 casamento-dourado-cabelo-05 casamento-dourado-cabelo-06

Flores e bouquet de noiva dourado

No bouquet cautela! Não use as flores na mesma cor do vestido ou combine demais com a decoração. Faça dele um ponto de contraste.
Já nas flores da decoração, um pouco de purpurina é suficiente como toque de dourado.

casamento-dourado-flores-com-detalhe

Decoração de casamento dourado

Na decoração basicamente TUDO pode levar dourado. Isso é bom e perigoso ao mesmo tempo.
Garrafas pintadas de dourado, detalhes na louça, plaquinhas com letras douradas e até o bolo. Inspire-se nessa seleção:

casamento-dourado-decoracao-01 casamento-dourado-decoracao-02 casamento-dourado-decoracao-03 casamento-dourado-decoracao-04 casamento-dourado-decoracao-05 casamento-dourado-decoracao-06 casamento-dourado-decoracao-07 casamento-dourado-decoracao-08 casamento-dourado-decoracao-09

Faça você mesmo

A grana curta não é desculpa para deixar de fazer o seu casamento dourado do sonhos.
Você pode achar facilmente tinta spray dourada, cola com purpurina dourada, a purpurina em si, e também fitas de seda e cetim em dourado também. A partir daí é só usar um pouco de criatividade.

casamento-garrafa-dourada

casamento-marcadordemesa-dourada

casamento-taca-dourada

casamento-texto-dourada

casamento-vela-dourada

Aproveite também coisas que já são douradas, como a embalagem do Ferrero Rocher e de alguns vinhos.

casamento-dourado-diy

Palhetas de casamento dourado

Dourado sozinho não faz casamento, é importante acertar na combinação.
Branco, off-white e dourado já é uma combinação, mas fraquinha fraquinha. Inspire-se nas nossas palhetas favoritas para casamento dourado.

Casamento fúcsia e dourado

fuchsia-gold-wedding

Casamento coral e dourado

casamento dourado e coiral

Casamento azul e dourado

casamento-dourado-e-azul

Casamento lavanda e dourado

casamento-dourado-e-lavanda

Casamento rosa e dourado

casamento-dourado-e-rosa

Casamento marsala/ vinho e dourado

casamento dourado e vinho marsala

Palheta de tulleandchantilly

Dicas para não errar:

  • Não esqueça do contraste! Ele é realmente importante para não deixa um clima mórbido na decoração.
  • Não misture dourado com amarelo ou cores neon. Simplesmente não fica bom.
  • Não exagere. Usar apenas detalhes dourados vai deixar seu casamento muito mais sofisticado.
  • Nunca use purpurina não-comestível na comida (parece óbvio, mas é bom avisar)

The post Ideias de casamento dourado para você se inspirar appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/noiva-e-casamento/ideias-de-casamento-dourado-para-voce-se-inspirar/feed/ 0
Afinal, o que é ser adulto? http://crescieagora.com.br/comportamento/afinal-o-que-e-ser-adulto/ http://crescieagora.com.br/comportamento/afinal-o-que-e-ser-adulto/#comments Thu, 05 Mar 2015 06:47:53 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9090   Sugestão de Trilha Eu achava que ser adulto era trocar o desenho pela novela, o Nescau® pelo café, os doces pelos legumes, que era ser dono do próprio nariz, mas nada disso é verdade, você completa 18 anos achando que só isso é suficiente para se tornar um adulto. Criamos expectativas em cima de […]

The post Afinal, o que é ser adulto? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
 

Sugestão de Trilha

Eu achava que ser adulto era trocar o desenho pela novela, o Nescau® pelo café, os doces pelos legumes, que era ser dono do próprio nariz, mas nada disso é verdade, você completa 18 anos achando que só isso é suficiente para se tornar um adulto. Criamos expectativas em cima de expectativas, passamos a adolescência em função de uma promessa, mas pra ser livre é preciso vender a liberdade.

12

Você cresce, trabalha, paga as contas, tem dívidas, responsabilidades, prazos, faz tudo conforme a cartilha de como ser adulto, mas calma, não existe um curso preparatório, não existe uma pessoa que nos ensine como ser adulto, tem só um monte de gente distribuindo um bando de regras que ninguém sabe de onde vieram e qual o sentido delas, no fim, ninguém sabe o que realmente significa ser adulto.

Ser adulto é mais que fazer aniversário. Crescer tem um preço, você paga com sua inocência, com a ingenuidade de achar tudo simples, todo mundo cresce, mas nem todo mundo está disposto a pagar por isso. Ser adulto é solitário, é ser esmagado pela rotina, é achar tudo chato de mais, difícil de mais, é crescer no tamanho, mas se sentir pequeno diante o mundo, é sangrar e não ter ninguém pra fazer um curativo, não ter quarto de mãe pra dormir depois de um pesadelo. Te jogam de um penhasco esperando que você aprenda a voar, mas antes cortam suas asas.01

Crescer é um processo lento, dolorido e cansativo, mas vale a pena, você nunca sabe quando esse momento vai chegar, é uma caminhada secreta, uma vitória sem testemunhas, um dia você acorda e é adulto. Você troca os dramas adolescentes pela indiferença, o medo do escuro pela coragem de lutar pelos seus objetivos, troca os sonhos por realizações. Ser adulto é saber encarar os problemas sem se ser derrubado por eles, é seguir em frente após cada tempestade.

quero-ser-grande

The post Afinal, o que é ser adulto? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/comportamento/afinal-o-que-e-ser-adulto/feed/ 0
Perdi o emprego, e agora? http://crescieagora.com.br/trabalho/perdi-o-emprego-e-agora/ http://crescieagora.com.br/trabalho/perdi-o-emprego-e-agora/#comments Thu, 05 Mar 2015 06:45:34 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9096 Ás vezes a gente passa tanto tempo em um emprego que quando somos mandados embora ficamos sem saber o que fazer. A gente se acostuma com a rotina de um determinado lugar, nos acomodamos com aquilo que está ao alcance de nossas mãos e quando isso nos é tirado ficamos sem rumo. Se você está […]

The post Perdi o emprego, e agora? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Ás vezes a gente passa tanto tempo em um emprego que quando somos mandados embora ficamos sem saber o que fazer. A gente se acostuma com a rotina de um determinado lugar, nos acomodamos com aquilo que está ao alcance de nossas mãos e quando isso nos é tirado ficamos sem rumo. Se você está nessa situação não se assuste, mudar é bom e necessário, mas nem sempre é fácil, então aproveite o tempo livre que você não tinha para fazer coisas que você não fazia:

Pratique atividade física

Para fazer isso não necessárimente você precise ir em uma academia (até porque o dinheiro não estará sobrando), então você pode espantar a preguiça e  ir fazer uma caminhada nas ruas ou em alguma praça perto da sua casa. Existem também canais no youtube que  te ensinam a fazer exercícios em casa, eu achei esse chamado Exercício em casa bem legal, embora eu só tenha visto as aulas de yoga. O importante é não ficar parado.

malhar-em-casa

Estude

Se antes você reclamava que não tinha tempo para estudar, bom a boa notícia é que agora você terá. Aproveite o dinheiro da rescisão e do seguro desemprego para investir no seu lado profissional, mas se isso não for possível a internet está aqui para ter ajudar, então pesquise, leia  e estude sobre coisas que podem não apenas enriquecer seu currículo mas que também te façam bem.

computador-size-598

Livros em dia

Essa é uma boa hora pra colocar em dia aquele livro que há muito tempo você está enrolando pra ler. Se ele ainda não estiver empoeirado na sua estante aproveite pra dar uma pesquisada em ebooks gratuítos, a Amazon e o site Elivros-grátis  tem esse serviço. Se  não encontrar nada de interessante nesses sites então aproveita pra fazer uma limpeza na sua estante, pega aqueles livros já lidos e troque por livros que você ainda não leu, isso você pode fazer indo a sebos ou se preferir pode fazer em sites especializados como o Troncando livros  ou o  Livra Livro.

0,,65856887,00

Assista mais filmes e séries

Coloque em dia também os filmes e as séries que você deixou de lado por falta de tempo. A minha dica nesse caso é o Netflix  (o primeiro mês é grátis), e tem muitas séries e filmes legais, como as aclamadas Braking Bad e How I met your mother.

tumblr_mxpjldfy4l1slcrt7o1_500

Não perca o foco

Estar em casa e poder aproveitar tudo o que eu disse acima é muito bom, mas não perca o foco, não se acomode com o seguro desemprego, busque sua nova chance no mercado de trabalho, mande currículos via internet, se for possível reserve um dinheiro para pagar sites especializados, mas se não for, se inscreva em sites gratuitos, participe de grupos de vagas de emprego no Facebook, atualize seu currículo e vá nas agências de emprego.

keep-calm-and-mantenha-o-foco-6

Para finalizar eu gostaria de dizer que foi interessante escrever esse post porque pela primeira vez eu não pesquisei quase nada, tudo isso que eu escrevi foi inspirado na minha experiência e na experiência de amigos que passaram ou estão passando por essa situação. Então a minha ultima dica é: não desanime, keep calm and carry on.

The post Perdi o emprego, e agora? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/trabalho/perdi-o-emprego-e-agora/feed/ 2
Grafismo na decoração http://crescieagora.com.br/decoracao/grafismo-na-decoracao/ http://crescieagora.com.br/decoracao/grafismo-na-decoracao/#comments Mon, 02 Mar 2015 12:00:14 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9059 O grafismo nunca abandonou o design de interiores, e com as estampas étnicas com tanta frequência aparecendo na moda de vestuário, o estilo é transmitido com muito mais força para os ambientes. O grafismo na decoração aparece em peças fáceis de aplicar e cheias de personalidade. Dá profundidade e movimento, e ainda de quebra diminui […]

The post Grafismo na decoração appeared first on Cresci e Agora.

]]>
O grafismo nunca abandonou o design de interiores, e com as estampas étnicas com tanta frequência aparecendo na moda de vestuário, o estilo é transmitido com muito mais força para os ambientes. O grafismo na decoração aparece em peças fáceis de aplicar e cheias de personalidade.
Dá profundidade e movimento, e ainda de quebra diminui a necessidade de muitos itens, tornando perfeito para os atuais apartamentos minúsculos.

grafismo na decoração

O grafismo em resumo é a combinação de traços e formas geométricas simples com repetição, tamanhos variados, que ganham certo “ritmo”. É muito encontrado em estampas étnicas de diversas tribos, das mais diversas regiões do globo, mas não se limitando a isso.

O grafismo na decoração é coringa para espaços pequenos. Com poucas peças é possível criar a repetição necessária para que o ambiente tenha unidade. É fácil de combinar com peças lisas e uma boa composição é capaz de ampliar o espaço sem deixar a sensação de monotonia.

Uma dica é aplicar o mesmo motivo (padronagem) em várias cores, ou diferentes motivos na mesma cor. Isso funciona especialmente bem em almofadas.

grafismo na decoração composição

É importante pesar na relação entre quantidade de estamparia (ou outra aplicação) e o “peso visual” que ela dá ao ambiente.

Ou seja, estampas de linhas cheias, grossas e escuras vão deixar o espaço mais denso e chamar atenção, nesse caso é preciso usar em áreas menores; já se você quiser usar em áreas maiores opte pelo tracejado, pontilhado e motivos com mais área de respiro (áreas livres, como partes brancas, por exemplo).
Se você conseguir absorver bem essa ideia será capaz de criar até degrades com essas padronagens.

Peso visual e equilíbrio são importantes no uso de grafismos na decoração

Mesmo em ambientes grandes é preciso ter bom senso. O grafismo na decoração, principalmente o africano e indígena, é muito impactante. Poucos elementos já conseguem dar conta do ambiente inteiro. O uso em excesso vai fazer o ambiente parecer “temático”, e no geral não é isso que queremos.

Se usar na parede, não use nos móveis e objetos de decoração para não ficar cansativo.

Variações de aplicação de grafismo na decoração

O grafismo étnico

O étnico aparece aqui, porque muitas vezes o grafismo é uma parte de uma cultura: indígena, africana, indiana, tribal, etc.
Para gente pode parecer arte, mas para essas tribos e povos na verdade pode ser parte de algum costume e/ ou cotidiano. Então, muitas vezes tem algum significado bem mais profundo do que podemos imaginar. Talvez você se interesse por entender mais e optar por um estilo de uma única região que combine mais com você para compor sua decoração.

Tribal Patterns

Quando a gente fala de tribal patterns a gente tá falando de padronagens no estilo tribal de forma geral. Podem ser mais curvas, mais retas, mais desenhadas, etc.

grafismo tribal

Indígena brasileiro

É muito difícil falar de grafismo indígena brasileiro como se fosse uma coisa só. É como falar que chinês e japonês é igual – chega a ser desrespeitoso.

O Brasil tem hoje mais de 200 diferentes povos indígenas, na época do descobrimento passavam de 1.300: cada um com sua língua, costumes e grafismos próprios.

De qualquer forma (e tribo) o grafismo dos índios brasileiros é incrível. De forma geral representam elementos da natureza, mesmo aqueles geométricos que parecem abstratos.

grafismo indígena brasileiro Xingu

Grafismo Indígena: Compreendendo a representação abstrata na pintura corporal Asurini

Polinésio

Na polinésia também há diversas tribos diferentes.

A cultura Maori (Nova Zelândia) me encanta bastante e ela acaba sendo bem conhecida pelo Moko (tatuagem Maori). O Ta Moko é uma língua, e a tatuagem costumava servir para demonstrar suas conquistas, ou seja, aquele monte de curvas e linhas são como um tipo de texto que conta a história da pessoa (quanto mais tatuagens, mais conquistas).

Um detalhe importante do Ta Moko é que as áreas brancas também são importantes e conta parte da história.

Grafismo maori na decoração

Indiano

Na Índia existe o costume milenar de pintar o corpo com alguns grafismos em momento como o casamento, enterro e batismo. As noivas pintam as mãos, braços e pés com um tipo de tatuagem de henna antes do casamento para trazer boa sorte na vida nova, essa pintura se chama Mehndi, e também já foi absorvida pelo mundo da moda.

Na decoração de interiores o motivo indiano difere dos outros étnicos porque são linhas muito mais sinuosas e delicadas, perfeito para quem quer algo romântico, mas não tanto rococó.

grafismo indiano

Outros grafismos na decoração

Ok, nem tudo precisa ser profundo e significativo assim, né? Você pode só gostar de grafismo na decoração mesmo.

Além dos grafismos étnicos, você pode se interessar por outras formas que o design de interiores absorveu.
O importante é tem 4 elementos básicos: repetição, ritmo, equilíbrio e escala.

Motivos geométricos

grafismo geométrico na decoração

Motivos 3D (ilusão ótica)

ilusao de otica com grafismo 3d

As estamparias também fazem parte da moda mesmo no design de interiores, então algumas padronagens básicas você pode encontrar com facilidade, porque são tendência atual no design de móveis e decoração.

Grafismo na decoração: chevrons

Chevron como grafismo na decoração

Grafismo na decoração: quatrefoil

grafismo quatrefoil

Grafismo na decoração: greek key

greek key como grafismo na decoração

The post Grafismo na decoração appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/decoracao/grafismo-na-decoracao/feed/ 1
Onde achar um primeiro emprego? http://crescieagora.com.br/trabalho/onde-achar-um-primeiro-emprego/ http://crescieagora.com.br/trabalho/onde-achar-um-primeiro-emprego/#comments Sun, 01 Mar 2015 13:16:52 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9083 Quando você está com os seus 17, 18 anos, a pressão para conseguir um primeiro emprego e virar adulto de uma hora para a outra começa a surgir.  E é super normal ficar perdido nessa época! São várias perguntas passando pela sua cabeça, e muito provavelmente você nem sabe a área que você quer seguir ainda. E […]

The post Onde achar um primeiro emprego? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Primeiro empregoQuando você está com os seus 17, 18 anos, a pressão para conseguir um primeiro emprego e virar adulto de uma hora para a outra começa a surgir.  E é super normal ficar perdido nessa época! São várias perguntas passando pela sua cabeça, e muito provavelmente você nem sabe a área que você quer seguir ainda. E se você não sabe o que você quer ser, como saber no que quer trabalhar, né?

Acho que a primeira coisa que você tem que aceitar é que: Você NÃO VAI começar a trabalhar com aquilo que você quer fazer no futuro.

Um primeiro emprego normalmente é aquele emprego que você só começa para conseguir dinheiro – porquê disso você vai precisar bastante! Então vai ser algo bem normal mesmo, nada de estagiário, junior, pleno. Só assalariado. Mas se você puder esperar para uma carreira na sua área, já falamos sobre isso no nosso post de Primeiro emprego :)

Tem alguns lugares que são ótimos para sair distribuindo currículo para uma primeira experiência profissional, já que eles costumam aceitar pessoas sem experiência fácil e a rotina de trabalho não é tão difícil quanto um mais sério. É só ter um pouco de paciência e simpatia sobrando.

Livrarias

Por que é bom? Se você gosta de livros, música, jogos e filmes, livrarias são o lugar perfeito para o primeiro emprego. Os horários costumam ser bons – a tarde, o salário também, os benefícios vão ajudar muito e, acima de tudo, você vai estar trabalhando rodeada de coisas que gosta! Só aproveitar o desconto para funcionários <3

Precisa de quê? Não pedem experiência, mas é bom ter sapatos confortáveis para passar o dia todo em pé, ser organizado para deixar tudo no seu lugar, simpatia para atender os clientes e, se for para o caixa, ser bom em contas ajuda.

Restaurantes

Por que é bom? Não estou falando de McDonalds, mas sim das redes grandes como Outback, Applebee’s, Sí Señor, etc. Eles tem diversas vagas para todo tipo de trabalho, e também dão treinamento para todos, então não precisa chegar sabendo muita coisa. Os benefícios costumam ser ótimos, e o salario sobe bem mais.

Precisa de quê? Normalmente não pedem experiência, mas pedem bastante disponibilidade de horário. Então não ter ninguém para te buscar de noite pode ser um problema.

Stands

Por que é bom? Sabe aqueles quiosques no meio do shopping? São ótimos lugares para trabalhar no começo! É um trabalho fácil, não precisa se esforçar muito, apenas saber vender. Os horários também ajudam.

Precisa de quê? Simpatia e sorte, para eles estarem contratando o/ E é bom não esperar muitos benefícios além do básico – vale alimentação e transporte.

Comércios locais

Por que é bom? Sabe aquela padaria na sua rua? Ou aquele mercado grande? Ou mesmo o Café com o clima gostoso? Então. É uma ótima pedida caso você só esteja procurando algo rápido para fazer dinheiro. A localização ajuda muito por ser perto de tudo, e muito provavelmente tem vários perto da sua casa. Você ganha contatos e experiência profissional para o futuro.

Precisa de quê? Noção que você não vai fazer uma fortuna, mas fora isso, só estar disposto a trabalhar já é o suficiente :)

Se tudo falhar, tente qualquer outra loja em Shoppings. Qualquer mesmo. Lá é o lugar perfeito para conseguir o primeiro emprego porque normalmente essas lojas oferecem serviços fáceis, que qualquer um poderia fazer, e horários bons para estudantes – que normalmente é o público que busca emprego por lá.

O salário em shopping também costuma ter um piso fixo – na faixa de R$ 1.000. Os diferencias entre cada empresa vão estão nos benefícios, folgas, horários, etc. E para uma pessoa que não tem despesa fixa nenhuma, apenas R$ 1.000 vão parecer todo o dinheiro do mundo.

Depois disso vão vir as entrevistas de emprego. Mas sobre isso nós já falamos <3

The post Onde achar um primeiro emprego? appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/trabalho/onde-achar-um-primeiro-emprego/feed/ 1
Economize espaço (e dinheiro) com quarto de irmãos http://crescieagora.com.br/decoracao/economize-quarto-de-irmaos/ http://crescieagora.com.br/decoracao/economize-quarto-de-irmaos/#comments Fri, 27 Feb 2015 12:00:55 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=8966 As vezes o espaço da nossa casa simplesmente deixa impossível cada filho ter o seu quarto. Muitas pessoas chegam ao ponto de mudar de casa assim que sabem que tem outro bebê vindo, só pra ter um quarto a mais, por achar que essa seja uma necessidade tão grande assim. Gente, não é bem assim, […]

The post Economize espaço (e dinheiro) com quarto de irmãos appeared first on Cresci e Agora.

]]>
As vezes o espaço da nossa casa simplesmente deixa impossível cada filho ter o seu quarto. Muitas pessoas chegam ao ponto de mudar de casa assim que sabem que tem outro bebê vindo, só pra ter um quarto a mais, por achar que essa seja uma necessidade tão grande assim.

Gente, não é bem assim, dá pra ficar muito bem por bastante tempo com quarto conjunto, quarto de irmãos, e sem ficar feio ou virar bagunça! É até saudável que eles dividam esse ambiente no começo, quem sabe assim os laços não ficam mais fortes, né? Não precisa entrar em desespero, nem sair procurando outras casas. Guarde o dinheiro para a pequena reforma que você vai precisar fazer no quarto do seu filho, que já está tudo resolvido :)

Quarto-de-irmãos-(1)

Nós só precisamos ter noção que algumas coisas precisam ser muito bem entendidas quando falamos de deixar dois filhos no mesmo quarto, tanto para as crianças quanto para os pais.

  • Seu filho mais velho tem que se acostumar com a ideia. Vá plantando a sementinha dentro da cabeça dele que ~talvez~, mais para frente, ele vá dividir o quarto com o novo membro da família, e que isso vai ser super legal, super divertido, que eles vão poder brincar, que ele vai poder cuidar dele, etc. Não faça nada de uma hora para a outra.
  • Não faça seu filho mais velho sofrer por algo que é responsabilidade sua. Então NADA de fazer o bebê dormir no quarto dele desde os primeiros meses, viu? Ele não tem nada que acordar no meio da madrugada com criança chorando, e ele nem vai entender que precisa ser compreensivo e só vai ficar com raiva. O bebê dorme no quarto de vocês até ele conseguir dormir uma noite inteira.
  • Não tem o menor problema se os filhos forem de gêneros diferentes. Parem de pensar que os meninos vão ser mais chatos e as meninas mais choronas só porquê são meninos e meninas. Eles são crianças, e vão ser do jeito que vocês criarem eles para ser.
  • Isso provavelmente só vai durar até a puberdade. E não é porquê os “hormônios vão começar a agir”, mas porque eles vão querer ter a própria privacidade, como qualquer pessoa mais crescida quer. Quando essa hora chegar, você vai precisar sentar com eles e ver o que vão fazer. Talvez até consiga fazer com que o mais velho mude de ideia e aceite o mais novo por mais tempo :)
  • Regras vão ter que ser criadas e acordos vão ter que ser feitos, tanto entre os filhos quanto entre os pais. Crie a regra que todo mundo só se troca dentro do banheiro, que não pode fazer barulho enquanto o outro estiver dormindo, que a luz só vai ficar acesa até tal hora, essas coisas. Os dois irmãos tem que sair satisfeitos dessa arrumação.

Agora sim, com tudo isso em mente, está na hora de montar o quarto de irmãos! As ideias são infinitas. Tudo vai depender de quanto você planeja gastar.

Se a situação estiver confortável, você pode conversar com um designer de interiores ou um arquiteto e montar um quarto todo novo. Vai ficar meio caro? Vai. Mas nada impossível de pagar, e com certeza mais barato que mudar de casa.

Se a situação não estiver aquelas coisas, não tem problema também. É só soltar a criatividade e fazer as coisas com capricho, que não tem nada que você mesma não possa fazer, sem contratar ninguém. Invista em papeis de parede, tintas, camas, ideias diferentes, biombos.

Ideias para quarto de irmãos – Meninas

Quarto de irmãs (2) Quarto de irmãs (7) Quarto de irmãs (5) Quarto de irmãs (8) Quarto de irmãs (1) Quarto de irmãs (4) Quarto de irmãs (3) Quarto de irmãs (6)

Se a idade das duas for muito diferente, opte por cores mais neutras e não muito infantis, como tons pastéis, assim o quarto fica mais maduro, mas não deixa de ser fofo.

Ideias para quarto de irmãos – Meninos

Quarto de irmãos (1) Quarto de irmãos (1) Quarto de irmãos (2) Quarto de irmãos (3) Quarto de irmãos (4) Quarto de irmãos (5) Quarto de irmãos (6) Quarto de irmãos (7)

Não se esqueça de dar o mesmo espaço para os dois, então, se der, opte por dois criados mudos, duas mesas de tarefas, dois computadores, etc. É bom poder oferecer a individualidade que eles precisam da maneira que der.

Ideias para quarto de irmãos – Casal

Quarto de menino e menina (1) Quarto de menino e menina (1) Quarto de menino e menina (2) Quarto de menino e menina (3) Quarto de menino e menina (4) Quarto de menino e menina (5) Quarto de menino e menina (6) Quarto de menino e menina (7)

Se as personalidades dos filhos forem muito diferentes e não der certo criar uma decoração só, não tenha medo de criar um quarto “dividido”, metade para ele, metade para ela. Pode fazer essa separação com biombos, papeis de parede diferentes ou apenas cor da paredes diferentes. Os móveis podem ser iguais, até. Mudando a decoração você muda tudo!

Pronto, deu para se inspirar?
Monte o seu e não se esqueça de mandar foto para a gente! <3

 

The post Economize espaço (e dinheiro) com quarto de irmãos appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/decoracao/economize-quarto-de-irmaos/feed/ 0
Como cuidar das luzes no cabelo http://crescieagora.com.br/estetica/como-cuidar-das-luzes-no-cabelo/ http://crescieagora.com.br/estetica/como-cuidar-das-luzes-no-cabelo/#comments Thu, 26 Feb 2015 14:56:45 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=9018 Eu nunca tinha feito nenhum tipo de coloração ou descoloração no meu cabelo, principalmente porque eu sabia que a partir do momento que eu desse esse passo eu teria que ter cuidados especiais para que meu cabelo não sofresse nenhum dano, até que no inicio desse ano eu resolvi fazer luzes no cabelo. Manter um […]

The post Como cuidar das luzes no cabelo appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Eu nunca tinha feito nenhum tipo de coloração ou descoloração no meu cabelo, principalmente porque eu sabia que a partir do momento que eu desse esse passo eu teria que ter cuidados especiais para que meu cabelo não sofresse nenhum dano, até que no inicio desse ano eu resolvi fazer luzes no cabelo.

Manter um cabelo bonito já não é das tarefas mais fáceis, quando você clareia os fios fica ainda mais difícil. Se você não tiver muita paciência para cuidar do cabelo, uma dica: não faça luzes! Porque esse tipo de procedimento acaba danificando muito os fios e você terá que ter o cuidado redobrado.

como cuidar de luzes no cabelo

Eu separei aqui três cuidados super básicos para que as luzes no cabelo não fiquem amareladas e os fios não fiquem extremamente ressecado:

Cuidados para manter as luzes no cabelo

1- Shampoo e Condicionador desamarelador
Antes de sair do salão perguntei para minha cabeleireira se teria que ter algum cuidado especial e o que ela me disse foi para lavar minha cabeça com shampoo sem sal e desamarelador, isso ajudaria a manter minhas luzes sem aquele aspecto “cor de gema de ovo”.

2- Hidratação
Fazer luzes resseca os fios, pois manter as luzes com shampoo desamarelador também resseca, então é necessário que pelo menos uma vez por semana você use uma máscara de hidratação.
Como eu fiz progressiva minha máscara de hidratação é para cabelos com esse tipo de química.

3- Termo ativador
Depois das luzes no cabelo não precisa ter medo de usar o secador ou a chapinha (eu tive medo do meu cabelo ficar parecendo uma palha), mas para que os fios não sejam agredidos é necessário que se use um termo ativo, que vai ajudar a proteger o cabelo das altas temperaturas desses aparelhos.
Existem também mais dois cuidados importantes: nunca use a chapinha com os cabelos úmidos ou molhados e nem aproxime tanto o secador dos fios, a distância indicada é de vinte centímetros. Aprenda a secar corretamente o cabelo.

Eu estou usando os produtos da linha Secrets Professional e estou gostando bastante, principalmente porque meu cabelo é muito cheio de frescura e alguns produtos fazem muito mal pra ele, mas ele super se deu bem com essa linha de produtos.

produtos para cuidar luzes no cabelo

1. Shampoo e Condicionador desamarelador
2. Máscara de hidratação pós-progressiva
3. Termo Ativo

Os meu produtos eu comprei na Sumirê, mas pelo que eu pesquisei eles não tem serviço de pedidos online. Então, se você quiser comprar esses produtos online tem no site da Sepha Perfumaria, porém os preços são um pouco mais salgados.

Se quiser mais dicas de como cuidar dos cabelos tingidos sugiro que você também veja esse post: Cuidados com os cabelos tingidos

The post Como cuidar das luzes no cabelo appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/estetica/como-cuidar-das-luzes-no-cabelo/feed/ 0
É possível ter cabelo ruivo e cacheado http://crescieagora.com.br/estetica/cabelo-ruivo-e-cacheado/ http://crescieagora.com.br/estetica/cabelo-ruivo-e-cacheado/#comments Fri, 20 Feb 2015 13:33:51 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=8976 Toda cacheada sabe a dificuldade que é manter os cabelos saudáveis. Por natureza este tipo de cabelo é mais ressecado, o que demanda mais cuidado. Se para as que mantêm a cor natural já é difícil, para as que utilizam tinturas, essa missão se torna ainda mais complexa. Os tons de cobre desbotam mais rápidos, […]

The post É possível ter cabelo ruivo e cacheado appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Toda cacheada sabe a dificuldade que é manter os cabelos saudáveis. Por natureza este tipo de cabelo é mais ressecado, o que demanda mais cuidado. Se para as que mantêm a cor natural já é difícil, para as que utilizam tinturas, essa missão se torna ainda mais complexa. Os tons de cobre desbotam mais rápidos, o que pede um período menor entre as químicas, o que danifica ainda mais o fio, mas antes que você desista do sonhado cabelo ruivo e cacheado, veja essas dicas:

Cabelo ruivo e cacheado: ficção ou realidade?

Cabelo ruivo e cacheado: ficção ou realidade?

Paciência

Se você, assim como eu, tem o cabelo escuro e não pretende arriscar uma descoloração, vai precisar de muita paciência para chegar naquele tom natural e laranjinha. Quanto mais fechado for a cor do seu cabelo, mais tempo vai levar para conseguir abri-lo, já que o processo de clareamento deverá ser progressivo. Em caso de erro, tem produtos como o Dekapcolor que retiram a pigmentação (ele não clareia, somente retira a pigmentação já existente) sem danificar tanto o cabelo quanto a decapagem.

Pesquisa

Como eu disse anteriormente, não é tão simples assim sair de um tom escuro para um tom laranjinha natural. Isso requer muita pesquisa, você precisa entender de colorimetria, as nuances das tintas, a diferença entre tom e reflexo, além do mais “cada cabelo uma sentença”, ou seja, aquilo que serve no meu cabelo, pode não ser o ideal para o seu. Por isso é importante se informar bem e consultar um bom profissional, para ter o resultado desejado e manter a qualidade do fio.
A principio é tudo muito confuso, mas existe muita informação disponível na internet sobre esse assunto.

cabelo ruivo e cacheado

Cronograma Capilar

Esse é o grande segredo de qualquer cacheada, tingida ou não. O CC consiste basicamente em você repor a água e nutrientes essenciais para o cabelo, além de selar a cutícula para manter tudo isso dentro do fio. Toda química prejudica o cabelo, pois elas agem na parte interna do fio mudando sua estrutura.

Óleo de coco

De todos os truques que aprendi na minha saga ruiva esse é o meu favorito, você pode usá-lo tanto na nutrição, como na umectação ou junto com a tinta – sim, você leu certo, na hora que você for pintar o cabelo pode colocar na mistura uma pequena quantidade para proteger o fio, mas a quantidade tem que ser pequena mesmo, pois em excesso pode alterar o resultado da tinta.

Produtos para o cabelo ruivo e cacheado

Hoje em dia no mercado existem vários tipos de produtos que ajudam a manter o ruivo com aparência de recém pintado, o meu favorito é o banho de brilho e as principais marcas que comercializam este produto são: C. Kamura e a Keraton, a primeira marca tem a cor conhaque e cobre, a segunda tem a cor Henna natural e cobre, ambos além de reavivar a cor, hidratam o cabelo.

Já para cabelos cacheados o grande amor da minha vida é o redutor de volumes da Capicillin, meu cabelo é muito volumoso e ressecado, esse produto ajuda a controlar o volume sem deixar com aquela aparência de cabelo molhado, que eu particularmente não gosto.

Produtos para cabelo ruivo e cacheado

1. Banho de Brilho, C. Kamura.
2. Redutor de Volume, Capicillin.
3. Banho de Brilho, Keraton.

Minha saga ruiva

Sempre fui apaixonada por tons acobreados, mas tinha medo de pintar o cabelo e acabar estragando, só em 2011 tomei coragem e arrisquei a primeira tintura.
Garnier 7.6, que ficou um castanho avermelhado. Usei por uns 6 meses.

Transição de cabelo ruivo e cacheado

Com o tempo acabei querendo um tom mais forte e puxado para o cobre.
Passei a usar a 6646 Garnier, que ficou um vinho cereja, usei por quase um ano e mudei para um tom mais natural.

Transição de cabelo ruivo e cacheado

Então comecei a usar meio tubo da 12 misturado com a 6.46 da Garnier, o resultado foi um ruivo mais fechado, essa mistura eu usei por uns dois anos, mas achei que ressecou um pouco meu cabelo, por isso mudei de marca e comecei a usar a Biocolor, meio tubo da 11 com meio tubo da 744, que é minha cor atual.

Inspire-se

Fotos de cabelo ruivo e cacheado

cabelo-ruivo-e-cacheado8 cabelo-ruivo-e-cacheado7 cabelo-ruivo-e-cacheado6 cabelo-ruivo-e-cacheado5 cabelo-ruivo-e-cacheado4 cabelo-ruivo-e-cacheado3 cabelo-ruivo-e-cacheado2 cabelo-ruivo-e-cacheado1 cabelo-ruivo-e-cacheado

The post É possível ter cabelo ruivo e cacheado appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/estetica/cabelo-ruivo-e-cacheado/feed/ 0
O tal do politicamente correto http://crescieagora.com.br/comportamento/o-tal-politicamente-correto/ http://crescieagora.com.br/comportamento/o-tal-politicamente-correto/#comments Thu, 19 Feb 2015 14:54:52 +0000 http://crescieagora.com.br/?p=8980 Ouvi um podcast do Café Brasil onde critica-se o “politicamente correto” no dia-a-dia do brasileiro. Gostei muito de ter ouvido, não por ter compartilhado das opiniões, mas justamente por ter sido contrária a elas, o que fez com que eu me manifestasse . Concordo com o fato de que apenas substituir termos mais brandos ou menos […]

The post O tal do politicamente correto appeared first on Cresci e Agora.

]]>
Ouvi um podcast do Café Brasil onde critica-se o “politicamente correto” no dia-a-dia do brasileiro. Gostei muito de ter ouvido, não por ter compartilhado das opiniões, mas justamente por ter sido contrária a elas, o que fez com que eu me manifestasse .

Concordo com o fato de que apenas substituir termos mais brandos ou menos pejorativos não vai fazer com que passemos a ver a coisa em si de maneira diferente, apenas mascara e cria o que acredito ser hipocrisia.

É hipocrisia a pessoa que chama o negro de afro-descendente sem deixar de ser racista. Isso porque o negro em nossa sociedade é marginalizado, então, ser chamado de negro, mesmo sendo negro, soa ofensivo, o problema é maior porque re-significa o termo “afro-descente” absorvendo o preconceito pré-existente, o que também não resolve.

politicamente-correto

Não concordo com o ativismo que quer calar expressões e “humoristas”. Posso considerá-los (e considero) preconceituosos e também achar suas piadas de péssimo gosto, mas mais uma vez, apenas proibi-los de falar não fará com que o preconceito desapareça. Temos que entender que eles refletem valores da sociedade na qual estão inseridos, ou seja, representam o pensamento de muitos brasileiros.

Se você colocar no Google campanhas publicitárias dos anos 50 e 60, verá coisas como homens batendo em mulheres e mulheres que são traídas por não usarem tal produto na higiene pessoal. Na época de nossos avós e até pais, ser castigado fisicamente na escola por professores era normal, fazia parte da educação, assim como colocar crianças ajoelhadas no milho e com orelhas de burro na frente de toda classe.
Salvo exceções, a grande maioria de nós, hoje, vê como essas situações são violentas, humilhantes e cruéis. Mas nem sempre pensamos dessa forma!
Para esses comportamentos serem aceitos, era necessária uma sociedade que pensasse comumente. E para deixar de serem aceitos, é necessário uma onda coletiva de reflexão.

politicamente-incorreto-publicidade-antiga
(1) Por que sua mãe não te lava com sabão Fairy?
(2) “Porque a inocência é mais sexy do que você pensa”

Quando achamos um exagero alguém dizer que “eu não sou tuas nega” é uma expressão racista, é porque anos atrás, achávamos exagero alguém que se sentia ofendido com um “preto quando não caga na entrada, caga na saída”.
Quando achamos exageradas as críticas sobre o filme 50 tons de cinza por ter conteúdo onde a mulher sofre abusos físicos, mas “faz tudo por amor”, é porque houve uma época em que achávamos que “mulher de malandro gosta mesmo de apanhar”.
Se hoje nos incomodamos com piadas do tipo “comeria ela e o bebê” e “homem que estupra mulher feia merece um abraço” é porque ríamos com encenações de estupros em programas de humor.

É chato ouvirmos tantas reclamações, vermos tanto policiamento.
É chato porque sair do comodismo não é divertido. Sair de sua visão para passar a ver o mundo do outro é muito desconfortável.
Eu não gosto, você não gosta.

zona-de-conforto

Não digo que agimos dessa forma por maldade, que falamos essas piadas com a intenção real de ofender alguém. É automático, estamos dentro dessa cultura, repetimos aquilo que ouvimos e fomos ensinados a vida inteira. Mas é por isso mesmo que é necessário esse momento de autoanálise e reflexão para notarmos que por anos, viemos repetindo sem pensar um conteúdo opressor e hierarquizante.

É possível fazer humor com qualquer conteúdo, até mesmo temas mais delicados, mas é necessário inteligência e auto-crítica para sair de sua zona de conforto e parar de repetir as mesmas piadas feitas por séculos pelos detentores do poder.
Não sou a favor da censura, mas quem falar o que quer, tem que arcar com “ouvir o que não quer”, sendo isso uma crítica ou até mesmo um processo. E essas “polêmicas” podem fazer bem para a sociedade que nunca pensou a respeito do assunto X ou Y.

O tempo dirá o que será e não será aproveitável dessa fase da “ditadura do politicamente correto”, onde muita gente vê pelo em ovo, mas que está fazendo com que vejamos com outros olhos expressões e situações que sempre nos foram normais.

The post O tal do politicamente correto appeared first on Cresci e Agora.

]]>
http://crescieagora.com.br/comportamento/o-tal-politicamente-correto/feed/ 0